19 de fev de 2009

Das cartas na mesa...

Na TPM. Dessa vez mais melancolica do que irritada. Um dia dedicado à espiritualidade. Dedicado é exagero, mas ao menos o fim dele sim.

O que muita gente não entende sobre mim:
quando a partida se torna previsível eu prefiro abandonar o jogo.