10 de jan de 2009

Do Inesperado

O inesperado sempre acontece quando não se espera. Parece uma afirmação óbvia, mas na prática é muito mais complicado do que parece. Um noite divertida, inusitada e de surpresas. Tinha tudo pra acabar sem grandes emoções, mas uma sinuca, uma boa pitada de ajuda divina, um pouco de iniciativa e segurança e pronto: um fim de noite surpreendente. De mulher com baixo-estima para alvo de desejo de três distintos cavalheiros. Na verdade, distinto mesmo, só havia um. Infelizmente meu inglês não é nada fluente, porém convincente. Bonito, agradável, inteligente e formado em Oxford. Barreiras linguísticas literalmente superadas. Dia inesquecível pra minha auto-estima. No dia seguinte uma paixão opcional e racionalmente platônica.

"Do you understand me? Really? Really! Your english is good!"
"I love this music. Oh, you love the music, not me, not my kiss... (risos)"
"(sem saber se era o certo, o importante era comunicar) How is my hair? Perfect! (fazendo charme) Don't lie... like your lips, perfect. Thank's!"

Now, the question without answer: Where's Sam?

I really want see him again ♥

YOU ARE FREE TO BELIEVE